Autoficções

AUTOFICÇÕES

– 15 de maio – 


Sábado, 15 de maio – 21h00

Entrada gratuita (até ao limite da lotação da sala)

“Hoje é dia de fazer um bolo. Tenho de juntar todos os ingredientes. Depois já poderei meter o bolo no forno e observar enquanto ele cresce. Eu estava distraída e não dei conta que ele queimou. A frustração é ter perdido todo o trabalho e ter de começar de novo. Sentia-me inquieta e com necessidade de tentar aproveitar os restos bons do bolo queimado. Chego à conclusão que mesmo no meio de um bolo queimado há sempre algo que se aproveita.”

Aproveitaram-se vidas, vivências, episódios de vidas quotidianas, urgências de grupo, inquietações e frustrações individuais, histórias reais e/ou irreais. Nunca saberemos! Em volta de autênticas balbúrdias entre verdades e/ou mentiras, ficções e/ou realidades, sonhos e/ou pesadelos abordam-se ambiguidades e dualidades infinitas, criando o que chamamos de Autoficções, a partir de uma estética pós-dramática.

Somos Amadores, com todo amor à arte e sem o peso da responsabilidade. Para nós o importante é a partilha.

Cartaz final.png

Ficha técnica e artística

Direção Artística e Criação
Ana Paula Oliveira

Interpretação e Cocriação
Alexandra de Oliveira
Carolina Justo Coelho
Júlio Vilas Boas
Tânia Vilas Boas

Texto
Ana Paula Oliveira
Alexandra Oliveira
Carolina Justo
Coelho
Júlio Vilas Boas
Tânia Vilas Boas

Sonoplastia
David Moreira


Fotografia de cena
Rui Miranda

Cartaz e Programa
Ana Paula Oliveira
David Moreira

Agradecimentos
ACIJE
Camilo Silva
Claire Binyon
Claúdia Marisa
ESAS
Fábio Rocha
Francisco Faria
Inês Vicente
Isaura
José
Miguel Braga
Samuel Guimarães
Sónia Passos
PIF’H